2 de jun de 2017

Lyon vence o PSG nos pênaltis e conquista a Champions League de futebol feminino

A goleira Bouhaddi converteu o pênalti decisivo e comemorou com suas companheiras. REUTERS
O Lyon venceu o PSG na noite desta quinta-feira, em Cardiff, no Cardiff City Satdium, e sagrou-se campeão da Champions League de futebol feminino. O resultado foi conquistado nos pênaltis, com vantagem de 7 x 6, após o empate por 0 x 0 no tempo normal. 22.433 pagantes estiveram na capital galesa para ver o quarto título do time do leste francês
A partida foi dominada pelas parisienses no começo, porém, o Lyon equilibrou o confronto até o intervalo. Na etapa final, o cenário foi invertido: bom começo das campeãs francesas, mas evolução de Cristiane, Formiga e Cia. E o duelo seguiu equiparado até o fim do período regulamentar.
No tempo extra, o cansaço diminuiu o ritmo das duas equipes. O Lyon, porém, ainda protagonizou algumas investidas, mas parou numa boa atuação da goleira Kiedrzynek, que fez boas defesas ao longo dos mais de 120 minutos. Assim, o 0 x 0 persistiu no placar e a partida foi para os pênaltis.
O equilíbrio da partida se manteve nas penalidades. As cobranças estavam empatadas por 6 x 6 e chegaram até as goleiras, que definiram o título: Kiedrzynek, do PSG, que fazia ótimo jogo, perdeu; na última bola, a arqueira Bouhaddi converteu.

PÊNALTIS: LYON 7 X 6 PSG

Lyon: Majri, Renard, Bathy, Kumagai, Marozsán, Abily e Bouhaddi converteram; Le Sommer perdeu.
PSG: Cristiane, Delannoy, Delie, Formiga, Boquete e Lawrence acertaram; Geyoro e Kiedrzynek erraram.
O enredo foi similar ao de duas semanas atrás, na final da Copa da França. Após um empate por 1 x 1, o Lyon venceu o PSG, também nos pênaltis, pelo mesmo placar (7 x 6). Na Ligue 1, a equipe do leste francês, com 63 pontos, superou o Montpellier (55) e as rivais de Paris (49), e, portanto, conquistou a tríplice coroa na temporada. Com o título conquistado nesta quinta-feira, o Lyon chega ao seu quarto troféu da Champions League, empatando com o Frankfurt pelo posto de maior campeão europeu.
Texto e edição -  (EL PARÍS)
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário