28 de mai de 2015

Rapidinha do Aldeir

Vocês já ouviram aquela famosa frase “Pra bom entendedor meia palavra basta” Observando e analisando os fatos dentro da copa primo Fernandes 2015. Vejo que eles trocaram seis (06) por meia dúzia, até porque, todos sabem que em caso de desempate em todos os critérios, o último que resolve tudo, é simplesmente o sorteio. Mas a comissão organizadora, talvez para corrigir um erro, já que puniu demais o Adese de Dr Severiano com a exclusão do jogador Aílton da competição deste ano, que na minha modesta opinião foi justa. E suspendeu por dois (02) jogos os atletas Marcinho, Preto, Branco e Cosme. E como não penalizou Riacho de Santana que passou impune perante os olhos da comissão. Encontrou como apaziguar tudo isso, por ironia do destino ou sorte. Resolveu marcar um jogo para decidir quem enfrenta quem na segunda fase. Vejo que a não punição do Riacho de Santana, pesou na consciência da comissão, que colocou está partida somente para zerar os cartões dos atletas do clube Adese de Dr Severiano, para todos atuarem nesta segunda fase do evento, em Major Sales. E outra amigos (a) leitores, se este jogo é somente para definir posições e confrontos, não era para ser válido em caso de suspensão, neste caso os quatro (04) atletas, continuariam faltando um jogo a ser cumprido, que seria domingo em Brejo dos Santos as 15h45min, no Piozão. Na queda de braço entre diretória, políticos e comissão, a comissão cedeu à pressão imposta por Lúcio, que conseguiu zerar os cartões dos seus atletas que entra na próxima fase com todos seus atletas com condições de jogo, méritos para ele (Lúcio), mais em relação à postura da comissão organizadora da copa primo Fernandes 2015. Não tenho nada contra o sistema, mas apelo sempre pro bom-senso e justiça dentro do futebol amador, um ERRO não conserta o OUTRO, isso é o que eu penso.
Aldeir Torres- O otimista é um tolo. O pessimista, um chato. Bom mesmo é ser um realista esperançoso.
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário