17 de set de 2014

Rapidinha do Aldeir.

A evolução de Alan Kardec


Quem assistiu ao Bem, Amigos! da última segunda-feira, sob o comando do Luiz Roberto, viu o quanto um jogador com ideias claras sobre a profissão pode ser útil para a sua equipe e para o debate que o esporte tanto pede e nem sempre consegue realizar. Acompanho a carreira do Alan Kardec desde os tempos do Vasco e a evolução como jogador é impressionante. Deve a transformação a alguns técnicos que orientaram e, em especial, ao Muricy, que já o treinara no Santos, e também a sua perseverança.



O AK do Vasco era um jogador que pouco se movimentava e não parecia compreender o jogo. O atual é melhor do que o do Palmeiras e tem uma movimentação para um jogador daquela altura que nem sempre é fácil de conseguir. Como não sou devoto da precipitação, eu não estou aqui a insinuar que o AK deve ser convocado nesta quarta feira e tampouco será a salvação do futebol brasileiro. Mas é um jogador que merece atenção, exatamente por mostrar algo pouco comum entre os profissionais da bola no dia de hoje: vontade de evoluir.
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário