31 de ago de 2014

Aldeir Torrres - Abrindo o jogo. Racismo no futebol.

Quando haverá punição de fato?



Há tempos venho defendendo punição rigorosa para atos de racismo explícito no futebol, ao invés das modestas manifestações com exibição de faixas “Não ao Racismo”, adotadas pela FIFA. Enquanto não houver identificação dos autores e aplicação de sanções, não acabarão os odiosos atos. Depois do que houve com Tinga e com Daniel Alves, para lembrar apenas os casos mais recentes, muitos pensaram que a atitude racista de torcedores que se escoram num provável anonimato acabaria. Ledo engano. Os criminosos – covardes por natureza – esperam que o assunto esfrie para voltar a expor seus instintos bestiais.


Para se eximir de culpa, o Grêmio rapidamente identificou e apresentou à polícia os autores das ofensas contra o goleiro Aranha. Pela lei vigente no futebol, quando isso acontece o clube não pode ser punido com perda do mando de campo. Mas as nossas leis, brandas leis, condenarão esses torcedores agressores? Ficarão eles impedidos de fato de entrar nos estádios para ver seu time jogar? Temo que não e que, assim como aconteceu com torcedores brigões de outros times como Corinthians, Palmeiras, Vasco e Atlético Paranaense, eles logo sejam vistos de novo nos estádios exibindo sua falsa paixão e ameaçando pessoas de bem. Pobre futebol, vítima de uma sociedade deformada.


Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário