9 de ago de 2014

Aldeir Torres - Técnico Carlos Gutemberg

 Cobra escalação de árbitros de ponta no Estadual Sub 19.


Na noite desta quinta-feira, o Técnico Carlos Gutemberg, em sua página no Facebook, ainda indignado com a péssima arbitragem do Sr. Tarcísio Flores da Silva, cobrou árbitros de ponta para apitarem os jogos do Campeonato Estadual Sub 19. Pois além do título de Campeão Estadual, estão em disputa duas vagas para a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2015.


"Pouco falo sobre arbitragem, só fui expulso uma vez em toda minha carreira como técnico de futebol, disputei Campeonatos PAULISTA em todas as categorias Sub 15 Sub 17 Sub 20 e Profissional, também disputei os Campeonatos da FNF Sub 13 Sub 15 Sub 17, Sub 20 e Profissional, bem como dois Brasileiros Da CBF. Coronel Ricardo, sabe da sua capacidade como comandante do quadro de Árbitros, coloquem árbitros de Ponta, pois está em disputa, duas vagas para a taça São Paulo de Juniores. Fica aqui meu protesto". Finalizou o treinador. Fonte - SiteCurraisNovosRN


Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Um comentário:

  1. Sei como funcionam os árbitros que trabalham no RN, a maioria deles é mal intencionado, ou em outras palavras Mau caráter mesmo. Eliminou o clube de Pau dos Ferros expulsando os três principais jogadores do clube em Currais Novos e ainda tiraram um sarro da cara dos atletas na copa garotos bom de bola. Agora expulsar professor Carlos Gutemberg um dos maiores incentivador e formador de atletas do nosso RN. Isso na minha humilde opinião é um ABSURDO que precisa ser revisto pelos organizadores do evento. Cobramos a falta do material humano que já é notório em toda a categoria do futebol de uma forma geral, e quando temos jogadores de qualidades, os árbitros, PERDÃO sopradores de apito, são totalmente desqualificados para exercer tal função. Oh organizadores de eventos esportivos me ajudem aí.
    Obs – Não estou dizendo que aqui que o treinador Carlos Gutemberg não pode ser expulso, não só pode como deve, mais dentro das normas e leis do futebol, e não de maneira abusiva e desonesta que é o fato que estou relatando aqui.

    ResponderExcluir