10 de set de 2013

Aldeir Tôrres - Política

Leonardo confirma afastamento político entre Fafá Rosado e Rosalba Ciarlini
Um dos três aliados da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM) confirmou o rompimento da mulher dele, a ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado, com o sistema político da governadora, comandado em Mossoró pelo secretário chefe do Gabinete Civil, Carlos Augusto Rosado, ex-deputado estadual que preside o DEM mossoroense. Segundo Leonardo Nogueira, Fafá irá se filiar ao PMDB, partido do presidente da Câmara, Henrique Alves, e do ministro da Previdência, Garibaldi Filho, que recentemente anunciou o rompimento oficial com o governo Rosalba.

Segundo Leonardo Nogueira, a ex-prefeita Fafá Rosado deverá se filiar ao PMDB até o próximo dia 25 de setembro. A saída de Fafá do DEM sacramenta o afastamento político dela em relação à governadora Rosalba Ciarlini. No PMDB, Fafá deverá disputar um cargo eletivo em 2014, provavelmente de deputada federal, segundo o marido. “Conversamos com Henrique Eduardo, Garibaldi Filho e Walter Alves e ficamos de acertar os detalhes sobre a filiação de Fafá, que será entre os dias 20 e 25 deste mês”, afirmou.

O rompimento de Fafá Rosado se deve à total falta de prestígio dela dentro do sistema político da governadora Rosalba Ciarlini e ao fracasso do atual governo do Estado, que enfrenta seguidas crises e não conseguiu ainda se reerguer perante a opinião pública. O próprio Leonardo Nogueira tem aproveitado as oportunidades para criticar a gestão estadual, tanto em pronunciamentos na Assembleia, quanto em entrevistas à imprensa. O democrata afirma que a gestão estadual não vem correspondendo.

Apesar de já estar certa a ida de Fafá para o PMDB, Leonardo diz que ainda há interesse de partidos como o PR e do PV, de ter a ex-prefeita Fafá nesses partidos. O prazo para a troca de legendas com vistas ao pleito de 2014 é o final deste mês. Instado a falar que cargo Fafá disputará nas próximas eleições, o deputado estadual Leonardo Nogueira disse que todos os partidos deixaram claro que essa definição só vai acontecer no ano que vem. “As definições dos palanques é que vão definir a participação dela. Hoje ela está sendo colocada, tanto pelo PMDB, quanto pelo PV e pelo PR para disputar o cargo de deputada federal”, declarou.

Ao abordar a situação institucional do Rio Grande do Norte, o deputado Leonardo Nogueira defendeu a superação dos problemas entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário. “É um problema que precisa ser superado e de uma maneira que contemple o bom senso de todos aqueles que sabem das dificuldades do Estado”. Leonardo classificou como de difícil resolução a questão, haja vista que nem o Supremo Tribunal Federal conseguiu chegar a um acordo. “O STF era um órgão que poderia equacionar de maneira sensata, mas o que estamos vendo é que até o Supremo está com dificuldade para solucionar essa questão”.
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário