6 de set de 2013

Aldeir Tôrres - Nova pista de atletismo da UFRN

No caminho do legado
O Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, chegou ontem em Natal. Apesar do ritmo acelerado para a Copa do Mundo, que ocorrerá daqui a menos de um ano no Brasil, a primeira visita não foi à Arena das Dunas e sim à pista de atletismo da UFRN, que será usada nos Jogos Escolares da Juventude já nesta semana. A visita tem motivo: segundo o ministro, o local poderá servir como espaço de treinamento para delegações antes das Olimpíadas e Paraolimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

A obra foi financiada com recursos do Governo Federal e custou R$ 6,7 milhões ao todo. ?Nós temos que oferecer centros de treinamento em todo o Brasil?, disse Aldo Rebelo, referindo-se aos Jogos Olímpicos.

Apesar de não detalhar como funcionará o processo para a estadia de delegações nos demais estados, o ministro disse que muitas equipes fazem ?pré-temporadas? para se adaptarem ao clima do país. ?Esses investimentos acontecem no sentido de preparar o país e os estados para receberem as Olimpíadas?, disse.

A pista está concluída, mas existem trechos que seguem pendentes. A entrada no local ainda passa por ajustes e caminhões e operários são facilmente vistos nos arredores, assim como trabalhando nos detalhes finais da pista. Mesmo assim, o local já será ?inaugurado? (a inauguração oficial contará com a presença da presidente Dilma Rousseff, segundo Rebelo) nos Jogos Escolares, principalmente pelo fato de que no ano passado as provas de atletismo do Sul-Americano foram disputadas em João Pessoa. Isso porque foi alegada a falta de um equipamento adequado ? já que a pista do Caic não se encontra em condições ideais.

Os recursos foram liberados para a UFRN dar início à construção a pista em junho do ano passado e visam também à reforma do campo de futebol ? que ficará cercado pela pista. O campo, por sua vez, ainda não está pronto, inclusive, sem o gramado ideal, já que nesse momento servirá como espaço usado nas provas de atletismo dos Jogos.

O ministro Aldo Rebelo explicou que a obra faz parte de um projeto de política esportiva prevista pelo Governo Federal para os próximos anos. ?Nós temos um programa de nacionalização da Copa e das Olimpíadas. Nós queremos que os benefícios e o legado alcancem todos os lugares do Brasil?, disse.

Outro fator que também está previsto no orçamento é a mudança na estrutura da rede elétrica, o que ainda está sendo feita. Após o investimento, a reitora Ângela Paiva acredita que os alunos da UFRN ? e dos demais segmentos da sociedade ? ganham um espaço propício para evoluir. ?É um legado pra formar atletas de alto rendimento?, acredita.

Segundo ela, a instituição trabalhará ainda para que o Jogos Escolares não seja o único evento que o local sediará. ?Nós trabalharemos para receber mais competições de níveis nacionais e internacionais?, explicou.
A governadora Rosalva Ciarlini acredita que a pista também servirá como apoio para os atletas estaduais buscarem novos rumos no esporte. ?Isso servirá para que jovens das nossas escolas estaduais possam ser treinados e preparados para esportes de alto rendimento?, destacou.

A Pista
A pista da UFRN é feita do mesmo material da que foi palco das Olimpíadas de Londres, no ano passado. O material é proveniente de uma empresa canadense.

Ela também segue os padrões da Federação Internacional de Atletismo Amador (IAAF) e possui mais de 400 metros de extensão. Ao todo, são oito raias sintéticas. Além disso, ainda há duas pistas para lançamento de dardos, uma para o salto com vara e outro espaço para salto em distância. Tem também locais específicos para lançamento de pesos ? localizados no meio do campo (onde as traves foram retiradas).

Além disso, a UFRN investiu na instalação de uma arquibancada metálica ? que ainda não foi concluída -, que comportará cerca de mil torcedores.
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário