25 de set de 2013

Aldeir Tôrres - Música gospel

A música gospel tem avançado no cenário musical, ultrapassando barreiras e quebrando parádigmas que antes impediam o público de apreciar o bom som da música evangélica.
Os tempos mudaram e hoje o gênero é bem mais que sucesso, é também rentável e isso tem gerado polêmica entre cristãos e não cristãos. Uns dizem que tem muitos cantores aproveitando o momento para vender e esquecem da missão e o ‘ide’ de Jesus.

O fato é que a música gospel entrou de vez para o gosto popular, hoje em dia (embora não desse pra imaginar isso há anos atrás) até cantores seculares estão gravando música gospel em seus discos e conquistando ainda mais espaço no gênero.
Em seu mais recente DVD ao Vivo o cantor Gusttavo Lima gravou ‘DNA’ para finalizar gravação do novo disco.
A canção que também já foi gravada por Anderson Barony trás o sertanejo com enredo gospel. Vale lembrar que Anderson é um cantor gospel que foi alvo de críticas depois que vendeu canções para Jorge e Mateus e também escreveu, com outros cantores, a canção ‘Lê Lê Lê’ de João Neto e Frederico.

Gusttavo não é o primeiro sertanejo a gravar gospel. Luan Santana também regravou o mega sucesso ‘Conquistando o Impossível’ em seu DVD. No You Tube so uma publicação tem mais de 1 milhão de acessos.

Além disso cantores que dizem ter traços evangélicos também passaram a gravar gospel como a dupla Cesar Menotti e Fabiano e também a banda Calypso.

Resta saber até que ponto a inclusão da música Gospel é benéfica. Cantar por cantar para agradar o público ou adorar a Deus? Como fica essa questão?
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário