8 de set de 2013

Aldeir Tôrres - Goleiro

Campeão pelo ABC, Lulinha vive drama em Fortaleza
Ex-atleta do ABC, o goleiro Lulinha, campeão pelo clube na temporada de 1983, passa por um verdadeiro drama, em Fortaleza, devido a um problema de saúde, que comprometeu a capacidade de funcionamento dos seus pulmões e que só pode ser corrigido através de transplante de órgão. Aos 64 anos ele sofre de fibrose Intersticial pulmonar grave, o ex-ídolo alvinegro se encontra bastante debilitado e necessita com urgência passar pela cirurgia. A esposa, Júlia Diniz, diz que a família está correndo contra o tempo para salvar a vido do marido. Os médicos do hospital de Mecejana (CE),  considerado referência em transplantes dessa natureza, segundo a esposa do ex-abecedista, Júlia Diniz, deram prazo de dois meses para que o transplante seja realizado, sob pena de Lulinha não resistir.

O transplante recomendado para pacientes até que eles completem 65 anos, que já era um período escasso para, devido a idade avançada do paciente,  no caso de Lulinha, se transformou em urgência uma vez que a capacidade de funcionamento dos pulmões dele, está próximo ao limite crítico.

Por estar muito debilitado, Lulinha passou os últimos 15 dias internado no hospital de Mecejana, melhorou e já iniciou a bateria de exames necessários para ficar apto a realizar o transplante. Depois disso, ele ainda terá de entrar na fila de espera e arranjar um doador compatível. “A situação é muito grave, os médicos disseram que se o transplante não for realizado dentro de 60 dias, correremos o risco de ver ocorrer o pior”, afirmou Júlia.

Com receio da burocracia encontrada no SUS e também para liberar os exames necessários através da operadora do plano de saúde, como o caso é de extrema urgência, a família optou por assumir os custos do processo. A medida que o quadro do paciente foi se agravando, os gastos aumentaram na mesma proporção. “Devido sua insuficiência respiratória, mesmo em casa Lulinha tem de receber oxigênio 24 horas. Eu tenho quatro balões de oxigênio em minha residência e, apenas com isso, venho gastando R$ 200,00 ao dia”, afirmou Júlia.
Para ajudar a família nos gastos, o torcedor e historiador das coisas relativas ao ABC, José Leonardo Guerra, decidiu realizar uma campanha de arrecadação de recursos junto a dirigentes e membros da torcida alvinegra. 

“O preço dos exames, alguns deles considerados de alta-complexidade variam entre R$ 200 e R$ 1.100”, afirmou Leonardo Guerra.

O torcedor que desejar contribuir com a família pode realizar depósitos nas contas: Banco do Brasil agência: 49859, conta: 7705-4 em nome de  Kezya Diniz do Rego (filha do atleta) ou no Bradesco na conta da esposa de Lulinha (Júlia Diniz e Luiz Rego Agência: 3456-8, conta:  41281-3). 

O que é fibrose pulmonar?

Fibrose pulmonar (Doença Intersticial Pulmonar - DIP) é uma condição em que gradualmente o tecido pulmonar, marcadamente os alvéolos pulmonares (“sacos” onde se realizam as trocas de gases nos pulmões), tornam-se substituídos por uma fibrose cicatricial. Dessa forma, os alvéolos deixam de funcionar recebendo o oxigênio e expelindo gás carbônico, levando a uma perda irreversível na capacidade dos pulmões. 

Quais são as causas da fibrose pulmonar?

Na maioria das vezes a fibrose pulmonar é causada por uma Doença Intersticial Pulmonar (DIP), entre as quais se incluem dezenas de doenças que causam inflamação na parte terminal dos pulmões (alvéolos) e levam à cicatrização e fibrose progressivas.

As principais causas? 

Pneumoconioses: devido à inalação de poeiras inorgânicas como a sílica ou o asbesto. Pneumonias de hipersensibilidade às poeiras orgânicas como as que afetam os criadores de aves, ao mofo, à sauna, ao ar-condicionado.

Várias infecções. Uso de drogas. Gases, fumaças e vapores.
Doenças autoimunes como as doenças reumáticas e doenças pulmonares como a sarcoidose e a bronquiolite.
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário