28 de set de 2013

Aldeir Tôrres - Economia

Homem mais rico da China quer comprar salas de cinema e investir no Brasil
Recém-coroado o homem mais rico da China, com uma fortuna pessoal estimada em R$ 49 bilhões, o magnata do setor imobiliário Wang Jianlin quer expandir seu império para o Brasil.
Seu interesse é comprar salas de cinema no país.

“Pode passar o recado: estou à espera de convites de parceiros brasileiros”, disse Wang à Folha, durante o lançamento do megaestúdio de cinema que ele está bancando na cidade costeira de Qingdao (leste).

Com ativos estimados em R$ 108 bilhões, o Grupo Wanda, fundado em 1988 por Wang Jianlin, é um gigante com tentáculos em quase cem cidades chinesas.

Mesmo num país famoso pelos superlativos, seus números impressionam: são 71 shopping centers, 6.000 salas de cinema, 38 hotéis cinco estrelas, 57 lojas de departamentos e 63 karaokês. No total, o império de Wang se estende por 12,9 milhões de metros quadrados, quase o dobro da área do bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Cinema é a menina dos olhos de Wang. No ano passado, o conglomerado Wanda comprou por R$ 5,8 bilhões a AMC Entertainment, segunda maior cadeia de salas de cinema dos EUA.
Agora Wang pretende repetir a operação no Brasil.
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário