13 de set de 2013

Aldeir Tôrres - Destaque

Servidores da Polícia Civil e Itep acampam em frente à Sesed em busca de “resposta”

Com o adiamento da reunião programada para a manhã de hoje entre os representantes dos policiais civis e servidores do Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep) e o secretário de Segurança Pública e de Defesa Social (Sesed), as duas categorias decidiram acampar em frente ao prédio do órgão até que o Governo dê uma resposta sobre a pauta de reivindicações apresentada na última segunda-feira (9).

O motivo para o adiamento, conforme o presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores em Segurança Pública (Sinpol/RN), Djair Oliveira, foi a alegação, pelo secretário Aldair da Rocha, de que não houve tempo hábil para o executivo elaborar o impacto financeiro que as pautas devem exercer no orçamento estadual.

Ele disse ainda que o representante do governo afirmou que não tinha como incluir as pautas no orçamento de 2013, que foi decidido no ano passado e que as categorias aceitaram, durante a reunião de ontem, que elas fossem incluídas somente no orçamento de 2014.E que iria apresentar as pautas, com as concessões feitas pelos servidores, à governadora Rosalba Ciarlini ontem à tarde, o que acabou não acontecendo porque ela estava com a agenda cheia.

“Nós fomos transigentes com o Governo, aceitamos fazer algumas alterações nas pautas, de forma a flexibilizá-la para que o executivo visse o nosso desejo de diálogo e entendimento para pôr fim à greve. Mas, como eles alegam que precisam ver a questão técnica do assunto, nós vamos aguardar uma resposta definitiva deles acampados no Centro Administrativo”, afirmou Djair.

Os servidores, que receberam o reforço dos colegas vindos de Mossoró, afirmaram ainda que, caso a governadora não dê uma resposta às categorias, eles irão intensificar a greve. “Vamos continuar acampados aqui em frente à Sesed e só sairemos com uma resposta do Governo, se não houver a reunião aí a greve vai endurecer”, afirmaram.

Os agentes e escrivães da Polícia Civil e do Itep estão com as atividades paralisadas desde os dias 6 e 12 de agosto, respectivamente. A previsão é que o secretário Aldair da Rocha os receba ainda hoje no período da tarde.

No entanto, pessoas ligadas à secretaria comentaram que ele passaria o dia todo organizando o novo cronograma das ações previstas para a realização do programa federal Brasil Mais Seguro, que está atrasado por causa da falta de entendimento entre o Governo e os grevistas.
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário