17 de set de 2013

Aldeir Tôrres - Cruzeiro e Botafogo:

 Contra todos e contra ninguém

O jogo com o Atlético-PR parecia duríssimo pelo retrospecto que o adversário trazia. Mas o Cruzeiro fez parecer fácil. Venceu por 1 a 0 e poderia ter ido mais longe, não fosse por atuações individuais abaixo da média de Éverton Ribeiro, Willian e Borges. Não fosse também pelo erro absurdo da arbitragem que anulou um gol legal de Ricardo Goulart.

Venceu, não passou o resto do jogo reclamando do lance passado e tentou compensar na bola. E isso é até mais positivo que a vitória fácil.

Em um jogo duro, decisivo e com um erro tão grotesco, o time poderia se perder. Enervar-se além da conta, pensar que estão todos contra e que há um complô para que o Botafogo seja campeão (uma vez que o Corinthians – o dono da maioria dos complôs – saiu da briga).

Qualquer comentário em rede social é seguido de questionamentos sobre o apito. Seja no próprio jogo do Cruzeiro, seja em qualquer outro. Aparentemente o torcedor está bastante preocupado com a chance de perder o título fora de campo. Que as forças do mal irão se unir para deixar o troféu no Rio de Janeiro. Vão evitar que Minas Gerais fique com os dois maiores títulos da temporada de uma vez só.

É possível. Não posso afirmar a você leitor que isso não exista. Posso afirmar que não tenho nenhum indício de que esteja acontecendo. Levantar qualquer hipótese sem a mínima possibilidade de provar seria só leviano e nada mais.

É possível que o Cruzeiro vença o campeonato porque vem jogando bem, troca peças e segue em bom nível. Venceu sete jogos seguidos, o que é dificílimo de se fazer em um torneio tão equilibrado. A campanha é superior a de 2003, melhor time que o torcedor que perdeu os anos 60 e 70 viu jogar.

E é possível também que perca. Mesmo com tudo isso, o Botafogo está a apenas quatro pontos. Perdeu seis jogadores negociados desde que o campeonato começou, cede jogadores fundamentais a seleções e segue pontuando sem parar. O trabalho de Osvaldo de Oliveira é ótimo, assim como o de Marcelo Oliveira.

Cruzeiro e Botafogo fazem uma mini decisão na quarta-feira. E seguirão disputando por outras 16 rodadas depois. Contra todos os times e, na minha opinião, contra nenhum fantasma do além.
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário