28 de set de 2013

Aldeir Tôrres - Copa do Mundo de futebol de areia 2013

Brasil cai para Espanha na prorrogação e está fora da final
O Brasil deu adeus ao título da Copa do Mundo de futebol de areia. A seleção brasileira foi derrotada na prorrogação pela Espanha por 2 a 1 (1 a 1 no tempo normal), na manhã deste sábado em Papeete, e vê adiado o sonho do pentacampeonato. Com o resultado, o time nacional agora disputará o terceiro lugar com o anfitrião Taiti, que perdeu na preliminar para a Rússia por 5 a 3.

Russos e espanhóis decidirão a sétima edição da competição, que tem o Brasil como maior vencedor (2006, 2007, 2008 e 2009). A França consquistou a primeira (em 2005, no Rio) e a Rússia, a última (2011, na italiana Ravenna), A disputa da medalha de bronze acontecerá a partir das 2h da madrugada de domingo (horário de Brasília), com a final sendo realizada em seguida. Ambos os jogos terão transmissão do SporTV.

 O jogo
Mais agressivo, o Brasil começou pressionando e quase abriu o marcador aos três minutos, quando Datinha acertou a trave direita do goleiro Dona. Porém, dois minutos depois, Jorginho deu lindo passe para Bueno, o capitão da seleção furou, mas o artilheiro Bruno Xavier não perdoou, fazendo 1 a 0.

Bem melhor no duelo, o time comandado pelo técnico Junior Negão por pouco não ampliou aos sete minutos. Eudin roubou a bola de Dona, que se recuperou abafando o chute do jogador maranhense.

A equipe nacional voltou mais comedida para o segundo período, o que motivou o avanço dos espanhóis. Aos quatro minutos, depois de descuido da marcação brasileira, Juanma pegou de primeira e por muito pouco não empatou. O Brasil respondeu no minuto seguinte, com Jorginho finalizando na trave após desvio de Dona. Aos oito, Nico deu uma bicicleta e Mão fez grande defesa, quase sendo traído pelo montinho. Mas logo em seguida, não houve jeito. Juanma pegou rebote e finalizou sem chances para o goleiro brasileiro.

Com o embate em 1 a 1 e o fantasma da prorrogação, o Brasil partiu com tudo no terceiro período e chegou bem perto logo na saída de bola. Bruno Xavier soltou a bomba e a zaga espanhola salvou para escanteio. A seleção mantinha a pressão e teve duas grandes chances seguidas de fazer o segundo, porém carimbou a trave com Bruno Xavier e Daniel aos sete e oito minutos respectivamente. Aos 11, André recebeu livre, mas chutou por cima, perdendo grande chance no último momento do tempo regulamentar.

O duelo foi para os três minutos de prorrogação, e a Espanha logo encontrou o seu gol, virando o marcador. Nico arrematou prensado, mas a bola quicou, encobriu Mão, bateu no travessão e caiu após a linha. Na base do desesperou, o time brasileiro foi todo à frente. Nos segundos finais, Jorginho fez boa jogada individual e concluiu de bicicleta, mas Dona praticou outra grande intervenção, que acabou selando o triunfo espanhol e o fim do sonho do Brasil, que terá de buscar na próxima edição (2015, em Portugal) o pentacampeonato.mundial.
Aldeir Torres
Aldeir Torres

Obrigado por visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário